Volkswagen Fox Highline 1.6 MSI é equipado e tem bom desempenho

Hatch tem motor 1.6 de 120 cavalos, câmbio manual de seis marchas e controles de tração e estabilidade e itens de conforto Mas cobra preço elevado pelo pacote

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/04/2015 12:12 / atualizado em 29/04/2015 14:29 Thiago Ventura /Portal Vrum

Reestilização deixou compacto mais atualizado - Thiago Ventura/EM/D.A Press Reestilização deixou compacto mais atualizado
 

O Volkswagen Fox surgiu em 2003 para substituir o best seller Gol. Não deu certo e o carro acabou entrando num nicho acima, dos compactos-premium. Com o fim iminente do Polo, o hatch domina as forças da marca alemã no segmento. No ano passado, ganhou nova reestilização e boas novidades mecânicas, com destaque para o motor MSI de 120 cavalos. Por hora, está disponível a partir da versão Highline.


VEJA FOTOS DO FOX HIGHLINE! 

Nessa configuração, o modelo 2015 parte dos R$ 51.780 e inclui câmbio manual de seis marchas, controles eletrônicos de estabilidade e tração e assistente de partida em rampas, piloto automático e sensores dianteiros e traseiros de estacionamento. Além disso, oferece itens já disponíveis na versão Comfortline, como trio elétrico, vidros elétricos nas quatro portas, faróis e lanternas de neblina, sistema de som com rádio AM/FM, CD-player, Bluetooth, MP3 player e entradas USB, SD-card e auxiliar.



Estilo

Nesta reestilização, o Fox ganhou elementos típicos de modelos de categoria superior da Volkswagen. As linhas básicas seguem a plástica de 2008, mas de fato o carro ficou mais interessante. A dianteira tem detalhes que lembram o médio Golf, especialmente no para-choques. Além disso, há um filete cromado que liga dos dois farois, item que identifica as versões mais completas dos veículos da marca.

Acabamento tem plástico duro, mas ainda agrada - Thiago Ventura/EM/D.A Press Acabamento tem plástico duro, mas ainda agrada


Na traseira, a Volks implementou mais detalhes de modelos como Golf e Passat: as lanternas são horizontais, com um filete no meio da tampa do porta-malas, onde há o logo da marca. O tiro saiu pela culatra: se comparado com o modelo anterior, as novas lanternas dão impressão que o modelo é menor. Sério, a traseira ficou muito curta, mas na verdade é a mesma. Aliás, lembra da realidade que o Fox é um hatch compacto, com preço mais elevado. Para compensar, a versão Highline exibe belas rodas de liga-leve (Tango) de 15 polegadas.

Sensores de estacionamento dianteiros - Thiago Ventura/EM/D.A Press Sensores de estacionamento dianteiros


No interior, é difícil apontar as novidades e o layout segue a receita anterior. No entanto, há um novo volante multifuncional revestido em couro com base achatada, semelhante ao que equipa a versão de entrada do Golf. Há também pedaleiras em alumínio. O acabamento é bom para a categoria, mantendo o mesmo padrão do modelo anterior. Com ajustes de altura, o banco acolhe bem o motorista e o volante permite regulagem de profundidade. Ou seja, o carro segue com boa (e elevada) posição de dirigir, como de costume.

Rodando

O melhor do Fox reestilizado está na parte mecânica. A versão Highline oferece o motor quatro cilindros 1.6 MSI 16V, que faz parte da família EA211. O propulsor é capaz de render até 120 cavalos com etanol e 110 com gasolina, ante os 104/101 do antigo 1.6. O toque fica nos 15,8kgfm (G) / 16,8kgfm (E) a 4.000 rotações. O motor utiliza corrente ao invés de correia dentada e dispensa o famigerado tanquinho de combustível.

Belas rodas liga leve de Tango 16 polegadas (Opcionais por R$1.484) - Thiago Ventura/EM/D.A Press Belas rodas liga leve de Tango 16 polegadas (Opcionais por R$1.484)


Com novo propulsor, o carro ficou muito mais esperto, especialmente nas baixas rotações. Segundo a Volks, 85% do torque já está disponível a 2.000 rpm. Ao acelerar firme, o Fox mostra mais apetite e consegue desempenho superior que o modelo com bloco antigo.

O casamento fica perfeito com o câmbio manual de seis marchas. Os engates são precisos e o curso das marchas é curto, que torna a direção bem agradável. A sexta marcha permite maior economia, com o motor rodando em baixas rotações. O carro pode ser configurado com câmbio automatizado I-Motion de cinco marchas. Apesar do conforto, é praticamente um pecado não preferir a caixa de seis marchas.

Novas Lanternas dão impressão que a traseira é menor - Thiago Ventura/EM/D.A Press Novas Lanternas dão impressão que a traseira é menor
Cereja do bolo: câmbio seis marchas é ótimo - Thiago Ventura/EM/D.A Press Cereja do bolo: câmbio seis marchas é ótimo


Também são bem vindos os controles de tração e estabilidade, que levam o Fox a um patamar exemplar de segurança. Há ainda bloqueio de diferencial e sistema de distribuição de freios. Esses itens deixam o carro mais firme nas curvas. Por fim, oferece Hill Holder, que segura o carro em aclives e declives.

Veredicto

O Fox Highline é um carro com visual atualizado e muito bem equipado. Possui bons níveis de conforto e segurança, além de desempenho que agrada. Porém cobra um preço elevado para isso. O valor do modelo 2015 parte dos R$ 51.780, mas pode chegar aos R$ 64.245 com todos os opcionais: pintura metálica (R$ 1.178,0) teto solar (R$ 2.621), revestimento que imita couro (R$ 709) sistema de som com navegação (R$ 3.236), Módulo Tecnológico I (R$ 2.027), módulo de segurança I (R$ 1.209) e rodas de liga leve aro 16” (R$ 1.484). Como o câmbio automatizado I-Motion, o preço parte dos R$ 55.160.

Thiago Ventura/EM/D.A Press


Considerando os R$ 51,7 mil, o comprador pode pensar em Citröen C3 1.5 manual Tendance (R$49.490), Fiat Punto Essence 1.6 (R$ 50.410), Ford New Fiesta Hatch 1.6 SE (R$ 49.890), Honda Fit 1.5 Flex DX (R$ 49.990) ou o Peugeot Allure 1.5 (R$ 51.790), dentre outros.

Conjunto óptico com máscara negra - Thiago Ventura/EM/D.A Press Conjunto óptico com máscara negra
Motor 1.6 dispensa o tanquinho e rende até 120cv - Thiago Ventura/EM/D.A Press Motor 1.6 dispensa o tanquinho e rende até 120cv
Lanternas lembram a do irmão mais velho, Golf - Thiago Ventura/EM/D.A Press Lanternas lembram a do irmão mais velho, Golf
Posição de dirigir é elevada - Thiago Ventura/EM/D.A Press Posição de dirigir é elevada
Quem já teve carro Volks, já passou por isso. Cadê a tampa que tava aqui? Sumiu com o carro em movimento... - Thiago Ventura/EM/D.A Press Quem já teve carro Volks, já passou por isso. Cadê a tampa que tava aqui? Sumiu com o carro em movimento...
Thiago Ventura/EM/D.A Press
Completo, com todos os opcionais pode custar até R$ 64 mil - Thiago Ventura/EM/D.A Press Completo, com todos os opcionais pode custar até R$ 64 mil
VEJA FOTOS DO FOX HIGHLINE!

Tags: teste

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
18 de novembro de 2017
04 de novembro de 2017
27 de outubro de 2017
23 de outubro de 2017
16 de outubro de 2017