Dupla Ninja

Kawasaki lança linha 2018 das Ninjas 650 ABS e 1000 ABS, que chegam em julho

Modernizadas no visual, na mecânica e na eletrônica, as novas esportivas perderam peso e conservaram o apelo agressivo que caracteriza o nome

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/06/2017 11:33 / atualizado em 17/06/2017 12:13 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Kawasaki/Divulgação

O nome Ninja, sofisticado guerreiro japonês especializado em artes marciais, que batizou a linha de motocicletas Kawasaki, também se transformou em uma espécie de sinônimo de esportividade extrema e se espalhou por outros segmentos. As novas Kawasaki 650 ABS e 1000 ABS, que chegam ao mercado nacional a partir de julho já como modelos 2018, também incorporaram a designação, embora, sejam mais “mansas” e versáteis. Neste embalo, os dois modelos ganharam aperfeiçoamentos mecânicos e estéticos, além de mais eletrônica embarcada.

A versão Tourer conta com malas laterais e bolha fumê - Kawasaki/Divulgação A versão Tourer conta com malas laterais e bolha fumê

A Ninja 650 ABS divide o mesmo conjunto mecânico com a também recentemente lançada naked Z 650. O motor de dois cilindros em linha com 649cm³ de cilindrada fornece 68cv de potência e torque de 6,7kgfm. Assim como na Z 650, as exigências ambientais restringiram a potência, que foi reduzida em 4cv. Em compensação, o torque foi ampliado e aparece mais cedo, em rotações mais baixas, facilitando a pilotagem no dia a dia. Outra compensação foi a redução de 15kg no peso.

A 650 ABS ganhou carenagem com visual mais agressivo - Kawasaki/Divulgação A 650 ABS ganhou carenagem com visual mais agressivo


O quadro foi redesenhado e ficou mais leve - Kawasaki/Divulgação O quadro foi redesenhado e ficou mais leve
REGIME
A lipoaspiração mais radical foi no quadro, que ganhou arquitetura em treliça de tubos de aço sem perder a rigidez torcional. Desta forma, a motocicleta marca 193kg na balança, já abastecida. O visual ficou mais parecido com o modelo superesportivo ZX-10R – que compete no Mundial de Superbike (para motos de série) com bastante sucesso – com uma carenagem mais agressiva, duplo farol na dianteira e lanterna traseira de LED com a letra x estilizada. A rabeta também ficou mais curta e inclinada para cima.

O painel digital tem computador de bordo e ganhou shift light, que é uma luzinha que acende na hora ideal das trocas de marcha. A suspensão dianteira é convencional, não invertida, com tubos de 41mm de diâmetro. A suspensão traseira é mono, com amortecedor quase na horizontal, com possibilidade de regulagem na pré-carga. Os freios dianteiros são duplos, com discos de 300mm, e o traseiro tem disco de 220mm, ambos equipados com ABS. O preço sugerido é de R$ 33.990. Na versão SE, com visual semelhante aos modelos preparados para competição, o valor sobe para R$ 34.990.


A iluminação é de LED e o para-brisa regulável - Kawasaki/Divulgação A iluminação é de LED e o para-brisa regulável
1000 ABS
Em sua terceira geração, o modelo Ninja 1000 ABS ganhou mais eletrônica para facilitar a vida do piloto. A sopa de letrinhas começa com o KCMF (Kawasaki Cornering Management Function), que administra o comportamento do quadro e motor. Já o KIBS (Kawasaki Intelligent anti-lock Brake System) ajusta a intensidade da pressão dos freios ABS. O motor é um quatro cilindros em linha, com 1.043cm³ de cilindrada, que entrega 142cv a 10.000rpm e um torque de 11,3kgfm a 7.300rpm.

O visual também ficou mais agressivo, com linhas dos modelos preparados para competição. A carenagem abriga um para-brisa mais alto em 15mm, com três regulagens, e duplo farol de LED. O painel digital também foi modificado e tem indicador de marcha engatada, além de contar com embreagem deslizante. A suspensão dianteira é regulável e invertida. A traseira é mono, também regulável. O preço sugerido para a versão Standard é de R$ 56.990 e para a versão Tourer (verdão Kawasaki, com malas, bolha fumê e tomada 12V) é de R$ 59.990.

Tags: kawasaki linha 2018 ninja 650 abs e 1000 abs teo mascarenhas vrum

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Ultimas Notícias

ver todas
19 de setembro de 2017
11 de setembro de 2017
06 de setembro de 2017
27 de agosto de 2017
21 de agosto de 2017